Alimentação Saúde

Boa alimentação é fundamental na gestação

© Michael Jastremski for openphoto.net
Escrito por Redação

Nutricionista dá cinco dicas essenciais para garantir a saúde da mamãe e do bebê

Da Redação

© Michael Jastremski for openphoto.net

Sucos naturais ajudam a manter o bom funcionamento do intestino – Foto: Open Photo

Momento para se cuidar e focar na boa saúde, a gravidez também pode ser a fase ideal para as futuras mamães criarem bons hábitos alimentares, como recomenda a nutricionista Kátia Ushiama, do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos.

Para ela, melhorar a alimentação ajuda o desenvolvimento no bebê e ajuda manter a saúde em dia. Abaixo, a especialista dá cinco dicas de alimentação que são essenciais na gestação:

1 – Consuma alimentos que contenham ácido fólico
Ideal para o desenvolvimento do bebê no primeiro trimestre da gestação, o ácido fólico é encontrado principalmente nos vegetais de cor verde escura. A vitamina contribui para o desenvolvimento do tubo neural do bebê (estrutura embrionária que dará origem ao cérebro e à medula espinhal). A deficiência deste componente pode resultar em má formação do feto.

2 – Adote a proteína como alimento básico nas refeições
O consumo de proteína é importante durante toda a gestação, uma vez que o nutriente é essencial na construção e multiplicação das células e tecidos do bebê. Exemplos de proteína: origem vegetal: grãos (feijão, ervilha, grão de bico, soja, lentilha), origem animal: leite e derivados, carne bovina, frango, peixe e ovos.

3 – Água e sucos naturais
Beber água ou suco natural e consumir frutas ajudam a manter o bom funcionamento intestinal. O consumo de líquidos também colabora para a eliminação adequada de toxinas urinárias e previne infecções.

4 – Opte por alimentos naturais
Dê prioridade aos alimentos in natura, como vegetais crus e frutas. Eles possibilitam um bom funcionamento metabólico. Exemplos: tomate, cenoura, repolho e alface e outros tipos de folhas verdes.

5 – Modere no carboidrato
O carboidrato deve ser consumido com moderação, pois, em excesso, é transformado em gordura corporal. Apesar do cuidado, jamais o suspenda totalmente da alimentação, uma vez que se trata de uma importante fonte de energia para a mamãe e o bebê. Exemplos de carboidratos: arroz, pães, bolachas, massas.

Sobre o autor

Redação

Deixe o seu comentário