Fisher-Price faz recall de cadeirinhas de bebê em quase cinco milhões

Com o recall de cadeirinhas, o grupo americano anunciou recolhimento dos produtos após indícios de que as cadeirinhas de bebê provocaram cerca de 30 mortes em uma década.

Da Agência Brasil

O grupo americano Mattel anunciou que vai fazer um recall de 4,7 milhões de cadeiras de balanço de bebê (cadeirinhas de bebê) da marca Fisher-Price disponíveis no mercado mundial. A medida, anunciada no último dia 12, foi tomada após indícios de que as cadeiras provocaram cerca de 30 mortes em uma década. O recall é para todas as unidades do modelo Rock’n Play Sleeper.

A empresa pede aos consumidores que adquiriram as cadeiras que entrem em contato pelo site para obter reembolso. Segundo a Mattel, a decisão de recall seguiu a orientação da Comissão de Segurança de Produtos para o Consumidor dos Estados Unidos.

Clique e veja também:
Sociedade de pediatria alerta para risco de ingestão de álcool por grávidas
Meningite tem maior incidência em crianças menores de cinco anos

“Considerando os incidentes relatados nos quais o produto foi usado […] decidimos, em parceria com a Consumer Product Safety Commission (CPSC), que o recall é a melhor ação”, disse em comunicado a Fisher-Price.

No início de abril, a comissão emitiu uma advertência sobre o produto. Na advertência, o colegiado citou a morte de 32 crianças desde 2009, quando o produto começou a ser comercializado. De acordo com o comunicado, o uso da cadeira não é recomendado para bebês a partir dos três meses de vida, ou que já começaram a se movimentar sozinhos.


*Foto: Cadeirinha Rock ‘n Play Sleepers/Imagem reprodução

Adicionar comentário